quinta-feira, 13 de abril de 2017

Especial: Vida Social #2 - Super-homens não existem


#2 - Super-homens não existem


Talvez uma das ideias mais absurdas criada pela sociedade seja o fato de o homem ser mais forte do que a mulher. Sei que parece meio estranho e isso é justamente uma influência do próprio pensamento que dita ser o homem um super-humano. O que obviamente não é.
Não conseguimos definir desde quando esse pensamento existe, porém, uma coisa é muito certa, ele faz com que pessoas simples se sujeitem a pensamentos fora do comum, tais como, homens que não sentem dor, homens que não choram ou suportam qualquer coisa ou desafio.
Este pensamento faz com que outro tipo de pensamento bem irritante (principalmente entre as mulheres) surja. E ele começa dizendo que a mulher é frágil! Ou, dito sem as máscaras da sociedade machista, ela é fraca e o homem é o super-humano. Claro que conceitos assim estão aos poucos caindo, principalmente entre as mulheres onde já se nota uma grande vitória a respeito de sua força, mas curiosamente quero falar sobre a fraqueza do homem comum e como faz mal compará-lo a algo inquebrável!


Talvez a melhor forma de exemplificar isso seria mostrando uma tabela com o enorme crescimento do suicídio no planeta e a constatação de que o homem cometa bem mais do que a mulher, se o homem é realmente mais forte, mais bruto e resistente, porque constantemente eles estão se matando? O que está acontecendo com esses “super-poderes”?

É certo que essa é uma triste consequência de uma falsa ideia sobre o sexo masculino, principalmente na forma como as responsabilidades são impostas à grande maioria, sim, talvez não seja o seu caso, mas pode acontecer com um vizinho, um parente ou quem sabe com o seu pai. Atualmente o papel do homem vem sendo totalmente ignorado e sufocado pelo cuidado extremo que a sociedade falsamente demonstra com a mulher, a mesma sociedade machista que se esconde por trás de uma belíssima máscara para assim mesmo explorar cada dia mais elas. Aparentemente funciona muito bem. Então vou citar aqui apenas alguns exemplos de como é ser um homem (de verdade) e quais responsabilidades ele tem e que podem sufocar caso não sejam absorvidas pela família e principalmente por uma esposa cuidadosa.

A primeira coisa que pode sufocar um homem em nosso século é a responsabilidade de tomar as decisões, isso claro, quando ele é obrigado a fazer sozinho ou precisa ficar vigiando se as decisões tomadas são as melhores e mais conscientes possível. Isso porque é muito comum tomar decisões cheias de emoções o que no futuro se torna um pesadelo. Para isso o homem precisa ser o mais frio possível, não se deixando levar por aquilo que ele mesmo gostaria de fazer e sim pela melhor atitude a ser tomada. Isto não se trata de escolher as melhores roupas, ou calçados, são decisões que definem o futuro até mesmo da própria família.

Inclua então o fato de que o marido tem por obrigação da sociedade ser mais bem-sucedido que a mulher, aí está o motivo de o salário da mulher ainda ser mais baixo que do homem. Acrescente nessa lista a quantidade de homens que estão desempregados e que constantemente são pressionados pela própria sociedade a conseguir não apenas um emprego e sim um bom emprego, não estou dizendo sobre ser balconista de lanchonete. O homem precisa conseguir muito dinheiro. Acha que custa barato manter uma família? Muitos jovens trabalham meses para comprar uma camisa, pensa em como será quando tiver mais de uma pessoa precisando de roupa dentro desta casa!

A sociedade em geral costuma pressionar mais os homens, as responsabilidades deles não são perdoadas facilmente e geralmente muitos deles precisam se portar de forma humilhante em seus empregos para manter o pouco que já conseguiram e isso inclui outro homem o tratando geralmente como uma pessoa inferior, incapaz. Isso fere completamente o orgulho de qualquer pessoa e muitos homens estão vivendo assim hoje para sustentar lares felizes, mesmo que eles não estejam tão felizes assim.

Eu posso até colocar de forma bem cômica o fato de que um homem precisa além de tudo isso conquistar a mesma mulher todos os dias, ainda que tantos esforços pareçam pouco para isso. É como se o Clark Kent tivesse a obrigação de explicar o que fez pela terra todos os dias para ser aceito. E antes de explicar ele já tem outro desafio pela frente e geralmente não consegue nem mesmo um tempo para pensar em como “precisa” conquistar alguém todos os dias. Já tentou conquistar alguém? Dá trabalho viu!

E as críticas? Geralmente se um homem vê uma moça errando ele “espertamente” chega nela com bastante cuidado, carinho e afeto (com bastante aspas, ele só quer se aproveitar na maioria das vezes). Porém um homem é humilhado em público sempre que possível. E sempre é possível humilhar um homem, ainda mais quando quem humilha sente a necessidade de ser superior aos olhos de quem assiste.
Um homem precisa realmente ser um super-homem, principalmente numa sociedade que criou pedestais para as mulheres, mas não reconhece o que eles mesmos fazem, isso faz com que os próprios homens se sufoquem e morram aos poucos. Esse é o nosso retrato de sociedade atual, a mulher se tornou uma deusa, enquanto o homem… ele pode esperar.
E porque será que homens vão muito menos ao médico do que as mulheres? Frescura? Ou eles nem conseguem se lembrar de cuidar da saúde? E incrivelmente eles ficam menos doentes do que elas… não sei o motivo.

E quanto ao homem que além de ser super-herói precisa ser pai? Vou exemplificar: ele acorda correndo para não perder o ônibus. Geralmente chega com medo de estar atrasado e durante o dia o que importa é a produção, muitos e muitos dias sem parar muito, mesmo no horário de almoço. Daí ele saí, mas espera… não houve um momento de homem nesse dia? Não! O que importa hoje é a produção, nada de parar! As contas não tiram férias, nem ele…

Chega em casa as vezes morto de cansado, se ele dirigiu então vai estar ainda mais esgotado física e mentalmente, daí ele começa a perceber que as contas precisam ser supervisionadas, os filhos precisam de atenção, a esposa também e depois… ele dorme, amanhã tem mais!
Talvez você diga que eu estou exagerando. Bom, você precisa perguntar isso ao seu marido, namorado ou pai. Mas não pergunte ao seu filho adolescente ou ao seu colega que ainda está estudando, estamos falando de homens, mesmo que, os alunos sofram bastante também!
Talvez a parte mais dolorosa de um pai seja o momento de chamar a atenção do filho ou as vezes ter de apelar para a tão indesejada palmada. Mesmo que na dose certa você pode ter certeza de que um homem não gostaria de estar batendo em um filho. Ver um filho sofrer ou a esposa sofre dói muito também, as vezes parece que dói até mais…

E o que dizer sobre as tentações que são obrigadas a serem empurradas para baixo todos os dias? E sobre as suas vontades e desejos que as vezes demoram meses e até anos? Isso quando ele não esquece delas! Ser homem é muito mais complexo do que parece, não é apenas cerveja e praia ou passeios de carros novos. Precisa assumir toda a responsabilidade. E numa briga entre marido e mulher? Melhor ficar quieto, ainda que você esteja certo, até porque alguém vai passar na rua e tomar duas decisões, te denuncia ou espancar. O homem não pode perder a cabeça, é feio. A mulher quando perde está correta. O homem não pode olhar para outra mulher, é adultério. Quando a mulher o faz não foi nada…

Outros detalhes, muitas mulheres acreditam os homens não sentem tristeza nunca! E quando sentem são frescos. Um homem triste é um homem fraco! Por isso a maneira como os homens demonstram tristeza seja tão diferente das mulheres, muitas vezes eles se isolam, ou se entregam às bebidas e outras coisas mais baixas que não precisam ser mencionadas. De certo modo (não aprovado aqui) até mesmo o adultério é uma maneira de um homem expressar total descontentamento em um relacionamento, claro que isso não significa que é correto (nenhum adúltero entra no reino dos céus). Mas acontece, sim, no planeta Terra! Aí você pode pensar “vai virar gay!” – Não! Isso não funciona também porque a sociedade oficialmente não aceita a homossexualidade da parte do homem, mas ela suporta da parte das mulheres. Eles acham bonito… na verdade os dois são iguais, igualmente pecados.

Ou seja, não há para onde fugir, ser homem é um desafio sim.

Eu fico pensando em como Elias ficou. Após derrotar um exército de adoradores de Baal ele foi ameaçado por uma mulher (a rainha) e isso deixou ele tão exausto e frustrado que entrou num estado de depressão. A ponto de o próprio Deus ter de descer e convencer ele da sua importância. Sem isso ele nunca mais seria o mesmo. Lembro-me ainda de Moisés que por um erro foi impedido de entrar na cidade a qual ele guiou o povo por quarenta anos…

E ainda tem o maior exemplo a ser seguido, Jesus ao orar a Deus pela última vez chorou sangue! Isso porque ele é Deus, imagina um ser humano comum! Isso porque dentro da cabeça do homem a palavra que ressoa o dia todo é “obrigações”. Digo isso de homens que tem responsabilidades e não fogem delas. Não me refiro a pessoas crescidas… estou falando de super-homens.

Nada contra passar a informação de ser um super-homem, de não ter sentimentos e aguentar tudo do jeito que vem. Mas eu conheço onde isso vai parar… e você?

Sorte nossa ter um Deus tão grande que demonstra diariamente o quanto somos importantes e que sempre tem tempo para nos ouvir e perdoar. Ele sim dá valor ao homem do século XXI.


Não sei se consegui colocar informações suficientes para passar o quão complicado é ser homem, sei que cada um possuí desafios diferentes, muitos sofrem até menos e outros não estão preparados para sofrer o quanto a vida vai cobrar. Se deixei passar alguma coisa, coloca aqui nos comentários. Será um prazer conversar mais sobre o assunto!

Ratings and Recommendations by outbrain